quarta-feira, 23 de março de 2016

Blog e newsletter

Há algum tempo minhas amigas da Máfia resolveram que iam entrar na onda da newsletter e, como sou maria vai com as outras, resolvi entrar nesse bonde também. Eu bem sei (e vocês também) que sou ruim de cumprir às promessas em relação a esse tipo de coisa, mas realmente achei que podia dar certo e me sentiria mais livre para escrever. Só que acontecem coisas e tem mais de um mês (ou dois?) que a minha newsletter foi ao ar e enviei somente três e-mails, diferente das meninas que já devem estar na sexta ou sétima edições. Não respondo as newsletters que ninguém manda, apesar de guardá-las 90% das vezes porque amo o conteúdo, e tenho uma preguiça imensa de contar sobre a minha vida. É uma merda, de verdade, porque desde novinha gostei desses espaços pra poder me comunicar com as pessoas e o e-mail é simplesmente o melhor lugar nesse sentido, né? Porque através do e-mail podemos dialogar e levar a conversas mais longas do que uma simples troca de comentários nos blogs. Posso soar contraditória nesse sentido, mas preciso me posicionar. Não sei lidar com o fato de que há DOIS lugares pra escrever. Acabo fazendo uns cinco rascunhos por semana e não postando em nenhum lugar porque não tenho a menor ideia de qual suits the best. 

eu comigo mesma
Meu blog sempre foi bem aberto e por um milésimo de segundo achei que nos e-mails eu seria mais aberta ainda. O que não aconteceu porque a voz é exatamente a mesma. Não consigo liberar mais informação do que libero aqui. Podem chamar de lack of trust ou me chamar de introvertida, mas simplesmente não dá. Eu realmente sou só uma. Gostaria de acreditar que tenho várias facetas, mas há certos assuntos que eu sempre terei vergonha de tocar ou vou preferir deixar só dentro da minha cabecinha, como a maioria das pessoas, inclusive. E seguindo esse raciocínio, cheguei à conclusão que não preciso de uma newsletter. Meu blog sempre será a minha sala de estar onde eu posso sentar com vocês, leitores, nos sofás imaginários e beberemos uma coca-cola gelada enquanto comemos coxinhas juntos e falo falo falo e você comenta sobre o que achou e depois vou lá na sua casa e me sinto à vontade para sentar na sua sala também. 

Isso daqui não é uma promessa de tentar deixar o blog mais atualizado. I'm done with that. E eu bem sei que não há nada mais broxante do que ter que esperar mais de um mês pra ver a atualização de um blog que a gente gosta, mas é assim que eu funciono. Se você estiver de saco cheio dessa espera, eu vou entender e não vou forçar a barra pra ninguém. Melhor ficar assim do que prometer e não cumprir porque assim a espera fica pior e a última coisa que eu quero e afastar vocês por isso.

que tal ficarmos assim? shall we?

3 comentários:

  1. Amiga, a gente já conversou bastante sobre esse lance das news, nossas infinitas questões com elas e principalmente com o que escrever nelas, então acho que qualquer coisa que eu fale aqui vai ser mais ou menos um repeteco do que eu já te disse outras vezes, mas vou falar mesmo assim. Porque eu sinto muito dessa aflição de ter mais de um lugar pra escrever e isso me confunde muito. O que vai pro blog? O que vai pra news? O que vai pra sei-lá-mais-onde? São questões. Mas acho que só de você admitir que não vai se abrir mais do que já abre aqui e que tudo bem ter só um blog, já é um passo, e acho que vai fazer com que você se sinta menos culpada também (porque a gente é tudo doida e se sente culpada quando não faz alguma coisa que a gente não tem a menor obrigação de fazer). Eu vou estar lendo qualquer coisa que você escreve, seja no blog ou direto no meu e-mail, então tá tudo bem.

    te amo <3

    ResponderExcluir
  2. Larie, nem preciso dizer o quanto me identifico, né? Vou manter a news (mal mandei o quê? a #6?), mas sem pressão. Às vezes tem coisas que não sinto vontade de postar no blog, aí vou pra lá. Tá tudo bem. Não quero mais sofrer por coisas que não consigo controlar.
    E miga, pode vir aqui que vou estar sempre presente pra comer coxinha e coca-cola com você.
    Beijo beijo beijo! <3

    ResponderExcluir
  3. Também não consigo lidar com vários lugares para escrever. Aliás, mal consigo lidar com UM. Sou daquelas que, pra mandar notícias para a família, mandava o link do blog, sabe? Só pra não ter de escrever tudo de novo.
    Enfim, sou uma das que ficam aguardando atualização do seu blog. Queria saber como foi a viagem, como foi a volta, como está seu irmão e tudo o mais (sim, sou stalker assumida, e blog que eu me identifico, eu leio desde o primeiro post rs.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Meu estágio, minha vida

Há cerca de dois ou três anos eu costumava escrever bastante sobre os sufocos que passava na universidade. Falava muito sobre minhas dúvid...