terça-feira, 21 de julho de 2015

Um rápido desabafo

Há algum tempo venho tentando escrever sobre qualquer coisa para postar aqui, mas simplesmente não concordo com nada que sai da minha cabeça. Não sei o que é isso. Se é bloqueio, se fiquei rigorosa, se cansei de escrever, se esgotaram as inspirações ou se desaprendi a colocar as coisas pra fora. Já pensei em várias desculpas pra quem costumava acompanhar o blog e até me arrisquei a fazer promessas de que eu estava voltando, mas a realidade é que eu não sei se tenho mais tantas coisas pra compartilhar. É uma crise interna infinita. 

Na minha vida tem acontecido coisas boas e coisas ruins como na vida de todo mundo. Tenho feito planos e desfeito na mesma medida. Me contradigo e auto-engano o meu cérebro o tempo todo. Tenho vivido assim. Como é que uma pessoa que não se sente bem resolvida mentalmente consegue escrever? Porque escrever é um negócio difícil demais e acho que esse exercício de esvaziar a mente e ter um foco numa coisa só é crucial nesse momento. Eu não tenho conseguido esvaziar a cabeça pra escrever. Se começo um texto falando sobre algo, acabo pensando em cinquenta outras coisas que eu podia contar também. E, no fim das contas, absolutamente nada me agrada.

passion and love quotations; love quotes; sayins about love; short messages about love and passion.

Hoje não vim até aqui pra escrever algo grande e legal. Hoje vim só pra pedir ajuda mesmo. Queria pedir dicas de como colocar tudo pra fora. Não é que uma depressão esteja tomando conta de mim, longe disso. Só quero um jeito de desmanchar essa bola de neve que se formou na minha cabeça e que me impede de compartilhar as coisas que acontecem na minha vida com vocês na internet. Adoro vocês de verdade e gosto de saber que tem gente que compartilha, apoia e aconselha nesse mundinho tão vasto que é a internet. SEND HELP.

4 comentários:

  1. Oi, Larie.

    Já tive desses bloqueios. Acredito que não vai mudar sua vida, mas uma coisa que me ajuda a postar é ir colocando numa lista as ideias que eu vou tendo, de coisas que quero contar etc. Quando quero postar (eu, geralmente, posto em dias específicos, só pra ter algum deadline, mas nada rígido, porque, né, é meu blog pessoal e não meu trabalho), eu escolho o que mais me atrai na lista ou simplesmente sorteio, caso nada em específico se destaque.

    Mas, assim que eu posto uma coisa, já escolho o tema do próximo post e fico pensando nele até chegar o momento em que eu vou realmente escrever. É bom porque o post meio que vai sendo escrito na nossa mente. Quando eu sento pra digitar, já flui com mais facilidade e eu não fico com aquela sensação de frustração de olhar para uma página em branco e não saber o que fazer.

    ResponderExcluir
  2. Gatinha, antes de tudo estou te enviando um abraço virtual apertadíssimo.
    Agora, eu sei como você ta passando, juro. Sei mesmo! É horrível e você fica até meio zonza por ter tanto dentro da cabeça e não conseguir tirar para organizar... Minha dica - que já começa com o dica do moço aqui em cima - também é de pensar em um tema para escrever, só um. Aí você pensa, rumina, pensa mais um pouco e senta pra escrever quando ele e só ele estiver na cabeça.

    Se não der certo, vomite no word todas as coisas que estiverem te bloqueando, não se preocupe em fazer sentido. Salve o arquivo, esqueça dele e quando reencontrar o delete, é tipo uma catarse digital para você tirar o grosso e poder se concentrar nas pequenas coisas (hence a primeira dica) e se os assuntos que você quiser falar sobre forem muito "pesados" comecem com as pequenas bobagens, relembre aquele dia de sol onde você ficou na varanda só sentindo o vento e tocando violão, ou fale sobre seus livros preferidos, escreva uma carta para si mesma...

    O importante é começar, a Anna Vitória fez um post maravilhoso sobre o livro dela no blog e tem essa imagem com o quote do Neil Gaiman que é basicamente isso: você sentar na frente do computador e colocar uma palavra atrás da outra. No começo não precisa fazer sentido, é só pra clarear a cabeça mesmo, e quando a ânsia tiver passado a névoa vai se dissipar e você vai respirar muito melhor.

    E qualquer coisa pode me chamar no FB, ou se quiser te passo meu whatsapp (é só pedir) tá?
    Vou torcer pra você ficar bem logo <3

    um beijo

    ResponderExcluir
  3. Larie, oi.
    Sabe que eu tava passando por algo parecido? Nada me agradava, eu não tinha ideia (na verdade tinha, mas não sabia externalizar), muito menos motivação para escrever nada.
    Tem uma coisa que eu faço quando isso acontece que, não sei, acho meio boba, mas me faz um bem danado. Eu escrevo à mão. Por duas razões: a primeira é que o computador é cheio de distrações e escrevendo à mão eu foco só nisso e não fico abrindo outras páginas e procurando outras coisas e a segunda é que eu sinto que tira a pressão de estar escrevendo algo que vai ser lido por outras pessoas (ainda não me eduquei nesse quesito de não me importar tanto com o que os outros vão achar), me sinto mais livre para escrever pra mim mesma.
    Mas acredito que seja só uma fase e daqui a pouco o pique volta haha boa sorte! <3

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Ai guria, não se estressa não. Eu acho que isso é normal e acontece com todo mundo. Eu até escrevi um pedidão de desculpa algumas semanas atrás porque simplesmente não sei mais como bloggar, ou não sabia mais. Tinha perdido a inspiração, ou não tinha saco, ou era só um bloqueio mesmo.
    Resolve participar do BEDA justamente por isso, pra me obrigar a tentar.
    Então acho que não tem nenhuma fórmula pra se colocar nos trilhos de novo. Só o tempo mesmo pra ajeitar isso.
    Força. Fica bem.

    Beijos!

    ResponderExcluir

Meu estágio, minha vida

Há cerca de dois ou três anos eu costumava escrever bastante sobre os sufocos que passava na universidade. Falava muito sobre minhas dúvid...