quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Reflexões

Hoje acordei praticamente morrendo por causa das cólicas menstruais. Sofrendo tanto que meu café da manhã foi água e sentindo-me completamente enjoada com todo tipo de comida que eu via pela frente. Minhas costas doíam muito também. Em combo, acordei carente (namorado, me ame! rs). Então, para ver se sofria menos, resolvi tomar um buscofem, mofar na cama com um travesseiro na barriga, trocar algumas mensagens com o amor e assistir quase toda a primeira temporada de Sex and The city, coisa que eu nunca havia assistido antes, além dos filmes. E acabei me afeiçoando pelas mulheres do seriado.

Elas mostram como as mulheres, aos 30 anos, ainda continuam vulneráveis e se apaixonam por caras errados, mas não foi isso que me afeiçoou. Elas são independentes, têm personalidades invejavelmente fortes e trabalham nos contrastes (aka Samantha e Charlotte), fazendo com que eu inspire ainda mais a minha independência. E, queridos leitores, espero que todos os meus planos para setembro dêem certo porque eu vou entrar de cabeça nos meus projetos esse mês. 

A primeira coisa que acho justo vocês saberem é que, provavelmente, postarei com bem menos frequência. Meu ex orientador me aceitou de volta no grupo de pesquisa e a partir de segunda-feira voltarei a frequentar como voluntária - primeiro passo para conseguir a bolsa - o laboratório de biomateriais. Torçam por mim porque uma das metas é parcial independência financeira. Em segundo lugar quero continuar lendo meus livros, mas não irei comprar outros. Isso mesmo. Na minha pilha aqui em casa constam vinte e quatro livros para serem lidos, portanto, não irei comprar mais a não ser que tenha reduzido para doze - fim do ano, bjs. Em terceiro quero dizer que vou tirar esse mês para trabalhar meu corpo e adquirir hábitos saudáveis, pois tenho dezenove anos e mais estrias e celulites que minha mãe (tenso). E, por último, mas não menos importante, vou subir minha mgp. É isso, eu quero e falta pouco. Quando essa greve voltar, vou me dedicar para passar nas matérias com médias dignas e me reestruturar no meu curso. Cansei de deixar as coisas a Deus dará. 

Então é isso. Só não achem que eu vá abandonar o blog, afinal, aqui é meu confessionário e meu apoio psicológico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Impressões sobre "Um dia"

Depois de muita resistência da minha parte, consegui terminar de ler o livro "Um dia" do David Nicholls. Antes de tudo, gostari...